4.7.07

Inspiração

“Seus netos vão te perguntar em poucos anos

Pelas baleias que cruzavam oceanos

Que eles viram em velhos livros

Ou nos filmes dos arquivos

Dos programas vespertinos de televisão




O gosto amargo do silêncio em sua boca

Vai te levar de volta ao mar e à fúria louca

De uma cauda exposta aos ventos

Em seus últimos momentos

Relembrada num troféu em forma de arpão”



Consta que o rei terá tomado consciência do drama do massacre das baleias numa casa de banho pública. Enquanto coxeava do urinol para o lavatório, pensava “Tem de ter qualquer coisa errada prá eu alertar prás pessoa…”.


(ângulo lateral)


Ao usar o secador das mãos, encontrou a resposta. Ali, mesmo à frente do seu nariz.


Está mais ou menos explicado um fenómeno que atormentava grande parte da população desde 1981. Agora falta perceber por que é que naquela altura toda a gente parecia a mesma pessoa com aquele corte de cabelo.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial