10.9.07

Where's the bloody teddy bear?


22 Horas, horário nobre, e a pergunta cai como uma bomba – ONDE ESTÁ O URSINHO?


“Afinal onde está Maddie?” ou “então os pais deixaram os miúdos sozinhos em casa?” são perguntas óbvias que qualquer um pode fazer.

“Onde está o ursinho?” é a pergunta que se impõe neste momento.

Claro! O raio do peluche esteve lá o tempo todo. Façam-no falar e têm o caso solucionado.

Felizmente temos comentadores deste gabarito nos nossos telejornais, que se aventuram para lá do senso comum e que nos abrem os olhos com questões verdadeiramente pertinentes.

É natural que os ingleses estejam nervosos. O nosso Poirot já topou tudo.






Por outro lado, também é possível que se trate apenas de uma recaída de algum episódio de infância mal resolvido.

- Onde está o ursinho, mamã? Quero!

- O ursinho foi com o Pai Natal e o palhaço no comboio ao circo.

2 Comentários:

Blogger Perdido disse...

Eles emergem, os zombies! quando o misterio se resolve, eles vêm dizer " eu sempre disse bla bla bla"...

12:47 da tarde  
Anonymous provocador disse...

O que mais me intriga neste assunto, é saber qual o verdadeiro interesse do nosso Sargento (que, por acaso, até é psicólogo) em saber do paradeiro do urso, já que se pode suspeitar que esse sentimento poderá ter a ver, apenas e só, com questões de natureza económica (vejam na imagem que, por debaixo da pergunta, o rodapé indica claramente que o tema é “economia”).

5:05 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial